De uma forma simples e resumida, o Dedo em Garra é um colapso ou flexão de uma ou duas articulações do segundo, terceiro, quarto ou quinto (relativamente raro) dedo. Este colapso anormal pode criar uma pressão dolorosa no pé em conjunto com o calçado e criar dificuldades no caminhar – para além da parte estética. Os sintomas são:

  •  Dor ou irritação no dedo ao usar qualquer tipo de calçado;
  • O aparecimento de calosidades (acumulação de pele) na parte superior do dedo, lateralmente, na parte distal ou entre os dedos. Esta calosidade é causada pela constante fricção entre a pele e o calçado. Esta pode ser mole ou rígida conforme o local onde surge.
  • Estas calosidades também podem surgir na parte inferior do pé e com uma área mais difusa.

As calosidades são habitualmente dolorosas e torna-se bastante complicado encontrar calçado confortável. Mas mesmo sem este sintoma, um dedo em garra pode ser bastante doloroso uma vez que envolve a articulação em si mesma.

Os Dedos em Garra são, normalmente, problemas muito mais graves do que ligeiras deformações, ou podem eventualmente evoluir para uma situação grave ao longo do tempo. Nos primeiros estágios, são bastante subtis e os sintomas podem ser reparados sem o recurso à cirurgia. No entanto, se não o problema não for resolvido, podem tornar-se rígidos e nesse ponto só um procedimento cirúrgico resolve a situação. As calosidades tendem a piorar e não a desaparecer, mesmo após a cirurgia. Nos casos mais graves podem até surgir escaras em torno das calosidades e com elas problemas de infecção.

Pela natureza progressiva desta patologia, é recomendável a consulta de um médico o mais rapidamente possível. Se cirurgia, os Dedos em Garra não irão desaparecer. 

Toda a informação aqui apresentada não significa que não deva consultar do seu médico para obter informações adequadas ao seu caso específico.